Quarta Feira, 19 de Setembro de 2018
Ibema busca meios para garantir que alunos aprendam e dominem conteúdos

Garantir acesso a uma escola de qualidade, em estruturas seguras e bem equipadas e com professores preparados.

 Administrador
 27/06/2018|20:43:59
 Educação

Garantir acesso a uma escola de qualidade, em estruturas seguras e bem equipadas e com professores preparados para repassar os conteúdos é importante, mas tudo isso não é uma garantia definitiva de que os alunos estão aprendendo e assimilando os ensinamentos como deveriam. 

Esse é um dos questionamentos que a área educacional de Ibema tem feito ultimamente e, para respondê-lo da melhor forma possível, esforços adicionais são feitos por toda a equipe.

Diversas ferramentas são empregadas para certificar que os alunos aprendem na medida esperada e que as disciplinas, além de pessoas alfabetizadas, contribuirão para formar cidadãos conscientes de seus direitos e responsabilidades. 

A contínua formação de professores é um dos instrumentos que auxiliam. Eles são envolvidos em cursos e aperfeiçoamentos sobre o que há de mais moderno nas disciplinas e também são orientados sobre novas possibilidades de dinâmicas e de trabalhos de interação em sala de aula.

Um dos cursos em andamento é na área de língua portuguesa, ministrado pela professora Margarete. A finalidade do que ela apresenta é propor debates teóricos e práticos sobre os diferentes gêneros discursivos propostos pela disciplina. 

Ao mesmo tempo em que aprendem os conteúdos, os professores também procuram saber se as matérias estão ajustadas à respectiva faixa etária. No caso da matéria de português, o treinamento permite repensar, por exemplo, questões ligadas à análise lingüística, à leitura, à produção e à escrita.
 
Tecnologia
Mesmo sem esquecer dos sistemas tradicionais, a administração pública de Ibema vai além ao integrar o município à metodologia do Sem Fronteiras, formação técnico-pedagógica que, além de conteúdos inovadores, coloca os professores em contato com o que há de mais moderno em tecnologias de ensino.
 
A capacitação é agregada a laboratórios e a ambientes escolares conectados a recursos que ampliam os horizontes de debates e de pesquisas sobre os mais diversos conteúdos.

Os cursos e a tecnologia se aliam ainda, em Ibema, ao planejamento, que amplia as possibilidades do que será levado e tratado em sala de aula. “Bem preparado, o professor estará ainda mais seguro para bem desempenhar o seu papel e para levar conhecimentos de qualidade às suas turmas”, diz o prefeito Adelar Arrosi (PSDB), que tem a educação como prioridade em seu governo. 

Adelar Arrosi cita que o método do Sem Fronteiras tem alcance direto no cotidiano escolar dos estudantes, que por meio dele acessam recursos sofisticados e conectados a um mundo em constante mudança.
 



Confira imagem(ns).