Ibema - Resiliente

Sexta Feira, 17 de Agosto de 2018
Estimulo a atividades agrícolas familiar

Programa Reconversão Sustentável amplia perspectivas à agricultura familiar de Ibema

 Administrador
 01/06/2017|18:44:06
 Agricultura

Criar novas opções para diversificar e aumentar a renda das minis e pequenas propriedades rurais de Ibema é um dos compromissos de Adelar Arrosi (PSDB), que cumpre sua terceira gestão como prefeito no município. Com esse propósito, a administração pública lançou o Programa Reconversão Sustentável, que busca estimular a reorganização de atividades nas propriedades agrícolas, principalmente daquelas de característica familiar.

Embora recente e em fase estudos e análise de indicadores, o programa já apresenta bons resultados. “Mostra principalmente que a diversificação pode ser um grande negócio às pequenas propriedades, elevando a renda dos agricultores e reduzindo consideravelmente os riscos e os dissabores do êxodo rural”, conforme Adelar Arrosi, que é empresário e agricultor. Técnicos destacados pela Emater em conjunto Secretaria Municipal de Agricultura orientam e acompanham todas as etapas de implantação de alternativas que se mostram viáveis à agricultura familiar de Ibema.

Além da formação de pomares comerciais, há outras três linhas de atuação consideradas de grande potencial. Uma delas é a de produção do alho, já com 21 produtores rurais inseridos. Nesta semana, a prefeitura fez o repasse de sementes que começam a ser cultivadas. No atacado, o quilo do tempero é comercializado a R$ 10. Caso o produtor optar pela venda no varejo, então o valor do quilo pode chegar a R$ 25. As mudas foram compradas em Maria da Fé, cidade do interior de Minas Gerais.
Oliveira

Uma cultura em fase experimental e que promete ganhos generosos é a da produção de azeitonas. Em Ibema, mudas foram plantadas e estão em fase de observação. Técnicos informam que uma das características desse cultivo é que os produtores podem empregar terras ociosas, em terrenos fragmentos com cascalho e dobrados, já que a planta se adapta facilmente a áreas consideradas ruins a outras culturas. Além disso, as oliveiras podem ser empregadas em forma de consórcio com a ovinocultura.
Mais adiantada está a produção de orquídeas, que em outras regiões se mostra uma atividade bastante atraente. Por enquanto, cinco agricultores estão integrados à cultura. São 12 mil as mudas em fase de aclimatação no município. Um produtor de Araxá, interior de Minas Gerais, demonstra interesse na atividade em fase inicial em Ibema e já reservou a compra de algumas quantidade das plantas. A diversificação, segundo o prefeito Adelar Arrosi, pode fortalecer ainda mais uma atividade fundamental à economia e à geração de empregos no município.



Confira imagem(ns).