Quarta Feira, 22 de Novembro de 2017
Saúde atende 68% da população em três meses

A média de atendimentos, incluindo fins de semana e feriados, é de 48 pessoas por dia.

 Administrador
 12/09/2017|22:22:44
 Saúde

Um dos dados apresentados em recente audiência de cem dias de gestão de Adelar Arrosi (PSDB), em Ibema, chamam atenção de forma particular. Do início de janeiro ao fim de março, o sistema público de saúde atendeu 4.331 pessoas, ou 68% da população do município, que segundo informações mais recentes do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) é de 6.374 habitantes. A média de atendimentos, incluindo fins de semana e feriados, é de 48 pessoas por dia.

O número é considerado dos mais elevados por Adelar Arrosi, que determinou ajustes para que a qualidade e a resolutividade dos atendimentos melhore. Um dos bons resultados já possíveis, conforme o prefeito, é o fim das longas e morosas filas que se viam até poucas semanas atrás, conseqüência de um modelo de gestão pouco eficiente e que gerava queixas e descontentamentos. “Atualmente, o máximo que um paciente aguarda para o atendimento são 30 minutos”.

Nesse período de breve espera, ele passa por pré-consulta, triagem e aguarda ser chamado por um sistema informatizado. Com as mudanças feitas, as pessoas não precisam ir mais com antecedência, e até de madrugada como ocorria, para ter a chance de ser atendidas. Agora, elas podem ir às unidades de saúde no horário que entenderem o mais conveniente, porque elas contarão com toda a assistência que os profissionais do local estão aptos a oferecer.

Tela eletrônica

Um dos avanços no sistema de saúde é a utilização de recursos tecnológicos para facilitar a comunicação com os pacientes. Um dos mecanismos empregados, sob orientação da administração pública de Ibema, é uma tela eletrônica. Tanto para triagem como

para ser atendido pelo médico, o paciente é informado por meio de um aviso eletrônico, exibido em uma tela estrategicamente posicionada na unidade de saúde.

Lá há, entre outras, informações sobre o nome do paciente e do enfermeiro para a triagem. E também do médico e o número do consultório onde a consulta será realizada. Em média, segundo Adelar Arrosi, cada consulta demora entre 15 e 20 minutos, tempo suficiente para que o acompanhamento ocorra da melhor forma possível. Casos de urgência e emergência são assistidos no hospital municipal, que conta com plantões 24 horas durante todos os dias do mês. Além disso, Ibema tem convênio com o Samu, que pode ser acionado pelo número de telefone 192.