Quarta Feira, 12 de Dezembro de 2018
Alho eleva renda de produtores rurais em Ibema

A agricultura e a pecuária são duas atividades importantes para a formação da base econômica de Ibema.

 Administrador
 02/02/2018|09:23:29
 Agricultura

A agricultura e a pecuária são duas atividades importantes para a formação da base econômica de Ibema, município de seis mil habitantes a 50 quilômetros de Cascavel. Filho de lavradores e agricultor, o prefeito Adelar Arrosi (PSDB) conhece bem as urgências do setor e contribui para, gradualmente, fortalecer os indicadores das pequenas propriedades rurais do município.

Um dos caminhos para tonificar os indicadores do campo, conforme Adelar Arrosi, é investir em culturas alternativas, que possam abrir novos nichos de mercado ao setor. De olho nisso, a Secretaria Municipal de Agricultura estimula cultivos de alho em áreas rurais, principalmente em propriedades de agricultura familiar. A primeira experiência já ocorreu em 2017 e os resultados são considerados muito bons.

A secretária de Agricultura, Silvana Vigo Rocha, informa que 16 produtores já estão integrados ao programa. Em parceria com a prefeitura, eles receberam e cultivaram 245 quilos de alho. O resultado da primeira safra foi superior a 1,3 mil quilos. O quilo tem sido comercializado em média a R$ 20, com lucro já assegurado de R$ 26 mil. No entanto, o resultado será ainda melhor, já que faltam vender cerca de 20% do alho.

Uma pesquisa com os agricultores que participaram da experiência indica que a atividade tem futuro no município, segundo o prefeito Adelar Arrosi. A grande maioria considera o manejo fácil, a produtividade elevada e a rentabilidade muito boa. “Eles não usaram mão de obra terceirizada, ou seja todo lucro obtido ficará com a própria família rural”, conforme o gestor. Muitos pretendem dedicar área ainda maior à cultura na próxima safra. Aos interessados, a Secretaria da Agricultura esta fazendo cadastro para compra e distribuição de sementes.