Ibema - Resiliente

Quinta Feira, 16 de Agosto de 2018
Ibema abre novas vagas reduz dependentes do Bolsa Família

Ibema, município de apenas seis mil habitantes no Oeste do Paraná, mostra que é possível gerar empregos.

 Administrador
 26/07/2018|17:46:13
 Emprego

Ibema, município de apenas seis mil habitantes no Oeste do Paraná, mostra que é possível gerar empregos mesmo em um período difícil para a economia nacional, inclusive gerando forte retração nos postos de trabalho na maioria das regiões. Um projeto liderado pelo prefeito Adelar Arrosi (PSDB) abre novas vagas em diversos setores e, proporcionalmente, reduz o número de famílias dependentes de auxílios e ajudas governamentais.

Apenas de janeiro à metade de julho de 2018, a Agência de Empregos contabiliza a contratação de 345 trabalhadores no município. Todos com registro em carteira profissional, o que assegura acesso a diversos direitos. 

O emprego é um agente de forte transformação em uma comunidade. Ele traz dignidade, valoriza o talento e ressalta a capacidade das pessoas. Também permite que sonhos e projetos sejam gradualmente alcançados. “O trabalho com carteira assinada é a inclusão social na prática”, diz Adelar Arrosi.
Em janeiro deste ano, Ibema tinha 455 famílias beneficiárias de programas assistenciais, principalmente do Bolsa Família. Com um projeto pautado prioritariamente no trabalho tem como conseqüência rápida a Inclusão Social, 110 tiveram um ou mais de seus membros reinseridos no mercado de trabalho e, então, deixaram de receber o auxílio. 

“Em vez de uns poucos reais por mês, essa família passou a viver, no mínimo, com renda acima de R$ 1 mil ao mês, melhorando assim as suas condições e padrão de vida”, ressalta o gestor público. Atualmente, são 345 as que ainda recebem ajuda do Bolsa Família, porém o desafio é fazer com que esse número caia progressivamente.

As famílias que deixam de se enquadrar no programa têm, aos poucos, compreensão do valor da independência, da dignidade pela moral e autoridade de gestor da própria família e entendem a força do trabalho. “Em vez de uma política paliativa que acomoda, limita iniciativas e sufoca talentos empreendedores, o método empregado em Ibema fortalece o trabalho e todos os benefícios que uma virtuosa cadeia de acontecimentos e realizações traz. 

Há, com isso, em vez da esmola governamental avanços à economia, principalmente ao cidadão e ao município. “Precisamos de mais políticas antagônicas ao processo paternalista, mantenedor e fomentador de misérias”,  pois: "quem investe em miséria, terá miséria, quem investe no progresso, terá progresso", Entre as dez pérolas do ex. presidente americano Reagan, esta: "Não devemos julgar os programas sociais por quantas pessoas estão neles, mas por quantas pessoas estão saindo deles", conclui Adelar Arrosi.